Elder Prates.
" A leitura não me transforma em gênio, mas com certeza tira-me da mediocridade ".
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

" JOIA RARA "
Data: 27/08/2010
Créditos:
SONETO E VOZ: ELDER PRATES.
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

                      JOIA RARA

Já garimpei teu encanto em semblantes, sorrisos.
Mas não encontro tamanha beleza.
Tento enxergá-la nas rosas, nos mais belos lírios.
Busco-a no Céu entre o véu de estrelas.
Embora eu não ache um brilho tão vivo.
Desespero-me, observo as asas de belas falenas.
As asas de magníficos anjos, mas também não a vejo.

Percorro inóspitas estradas.
Por campos e desertos atravesso.
Entrevisto deusas, musas, fadas.
Mas nenhuma delas tem o seu rosto.
Você é como joia rara.
Teu corpo, teu beijo, teus seios são como ouro.
O mais lindo tesouro, da minha vida.



   Soneto escrito no estilo criado por mim:
                   2 estrofes com 7 versos.
Enviado por Elder Prates em 27/08/2010

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Compre aqui o livro 'O sonho de ser escritor'
Compre aqui o livro 'Sonetos Prates'
Compre aqui o livro 'Poesias para refletir'
Compre aqui o livro 'Um pouco mais que palavras'
Compre aqui o livro 'Vontade, Imperativos e Dever nos primeiro e segundo capítulos da Fundamentação da Metafísica dos Costumes de Kant'